quinta-feira, 22 de julho de 2010

Afinal de contas, o GPS é pago ou é gratuito?

 

Muita gente costuma confundir essa questão do GPS,  se é pago ou é gratuito. Antes de entender se o GPS é pago ou gratuito é preciso entender o que é o GPS?

O GPS é uma sigla e significa Global Position System (ou SGP em português, Sistema Global de Posicionamento). Resumindo, é um sistema de satélites que ficam em órbita do planeta Terra que, apesar de pertencer aos EUA, é de uso gratuito aberto para o mundo inteiro. Qualquer fabricante pode incluir um chip GPS em seu aparelho, seja um celular, um sistema navegador para carro, um sistema de rastreamento de veículos ou até notebooks. Um aparelho que possua um chip GPS consegue receber as coordenadas passadas pelos satélites (geralmente por meio de triangulação de sinal). Só isso. Muito simples e se muito mistério.

A utilidade disso é que, em qualquer ponto do planeta que você estiver, o GPS consegue te dar as coordenadas em Latitude e Longitude com margem de erro de poucos centímetros.Para que as informações dos satélites sejam importantes para navegação numa cidade por exemplo, é preciso mapearmos as coordenadas passadas pelo satélite num mapa da cidade. É aí que entram os softwares (programas) para interpretar os sinais dos satélites e transformar em algo útil para nós, comuns mortais. E é aí também que pode entrar a cobrança pelo uso…entendeu?

Sei que o Nokia N95, assim como vários outros celulares de outros fabricantes já possuem o chip para captar e decodificar os sinais de GPS embutido. Sei também que estes novos telefones possuem vários tipos de softwares que utilizam a localização dada pelo chip. Há várias formas de se usar esses dados e não somente para traçar rotas ou mostrar sua localização num mapa. Imagine que você está viajando e vê um lindo lugar e o fotografa. Aí é só você ver a sua posição através do GPS e adicionar os dados à foto. Legal, não é? Outro uso é o de usar os dados de localização com uma lista de endereços comerciais (um restaurante, por exemplo) próximos de acordo com a sua posição, ou até mesmo, traçar uma rota e indicar um caminho mostrando em tempo real, onde você está e quanto falta pra chegar ao destino. Por sinal é esse o uso mais difundido.

Agora, se já sabemos o que é GPS, já sabemos que o serviço é gratuito, e também já sabemos o que dá para fazer com ele, então por que é que na maioria das vezes o serviço é tarifado? É simples, porque não é o serviço que é tarifado, mas sim o software! Alguns destes softwares não são gratuitos. Isso mesmo, você paga para poder usar o software que interpreta os sinais de GPS e os transforma em um tipo de informação que você deseja. Por exemplo, o software de navegação Nokia Maps que acompanha o aparelho é totalmente gratuito, mas possui algumas funcionalidades que dependem de pagamento. Uma delas é a navegação em tempo real com instruções por voz. Fora isso, dá pra traçar rotas, visualizar mapas, ver sua posição, tudo gratuitamente. O download e transferência dos mapas também pode ser feita gratuitamente através do seu computador, já que o telefone cobra o “minuto” conectado.

Mas há também opções que fazem tudo que o Nokia Maps faz, porém de graça. Além delas, o N95 possui inúmeros outros programas que utilizam o GPS, como o Nokia Sports Tracker, gratuito, onde você pode monitorar dados de suas caminhadas, corridas ou pedaladas e ainda exportar para o Google Earth (vendo seu trajeto, com velocidade média, duração do exercício, distância); e o Shozu, gratuito, que adiciona dados de posição as fotos tiradas pelo aparelho.

Até mesmo as operadoras de celular entram na jogada. A Claro, por exemplo, possui um software de navegação, estilo o Nokia Maps, que é pago por meio de mensalidades. Mas isso significa que a pessoa estaria pagando pelo uso do software, e não do GPS. É um modo da operadora arrecadar receita, mas com várias opções semelhantes, inclusive gratuitas no mercado, é difícil acreditar que alguém pagaria o preço que eles pedem.

Portanto, pra resumir: o sistema GPS é 100% gratuito. O que pode ser ou não pago é o software que será usado. Estamos entendidos?

Fontes: Mosquito Eletrônico e LEIA ISSO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário